«

»

mar 19 2013

Imprimir Post

Entendendo noticiário sobre Abenomics, nova política econômica para reerguer o Japão.

img-319115429Para nós estrangeiros no Japão, com certa dificuldade de compreensão do idioma japonês, muitas vezes deixamos de acompanhar e compreender o movimento político do arquipélago. A constante troca de primeiro-ministros e suas estratégias e ministérios não permite muitas vezes, assimilar integralmente as novas propostas.

Passado dois anos após o trágico terremoto e tsunami, o Japão necessita  dar um grande passo para recuperação em todos os sentidos. Novo primeiro-ministro divulga um novo plano Abenomics, apesar de uma minoria contrária, a população de um modo geral, tem mais esperanças por dias melhores.

Não entendemos de política nem economia, mas procuramos pesquisar uma forma fácil e compreensível de entender os noticiários atuais sobre a economia do Japão.

Quem é o primeiro ministro?

Shinzo Abe 安倍晋三, 58 anos, presidente do Partido Liberal Democrático,  assumiu o cargo de primeiro-ministro em 26 de dezembro de 2012 pela segunda vez.

Abe, eleito aos 52 anos, em 2006, foi o mais jovem primeiro-ministro desde Fumimaro Konoe em 1941.

Em 26 de setembro de 2012, Abe venceu a eleição para voltar a ser presidente do opositor Partido Liberal Democrata. Um número recorde de cinco candidatos concorreram na eleição presidencial.  Ele tinha tomado uma posição dura contra a China na disputa das Ilhas Senkaku .

Objetivos: ” implementar a política monetária ousada, a política fiscal flexível e uma estratégia de crescimento que estimula o investimento privado, e com estes três pilares da política, conseguir resultados “, disse Abe em entrevista coletiva após sua vitória.  Abe também disse que é a favor da construção de reatores nucleares do Japão após o desastre de Fukushima,  e também anunciou planos para fortalecer as relações com os Estados Unidos.

Seu primeiro orçamento teve um aumento nos gastos de defesa e mão de obra e um corte da ajuda externa.

O que é ABENOMICS ?

”Abenomics” consiste em estratégias de uma política monetária, política fiscal e crescimento econômico para incentivar o crescimento.

O termo Abenomics passou a ser utilizado como uma mistura de uma política monetária ousada e de uma política orçamental flexível, concentrada numa forte expansão do investimento pública e, claro, por uma marcada desvalorização do iene, resultado de uma política monetária também ela marcadamente expansionista.

O objetivo da Abenomics é fazer o país sair de duas décadas de deflação. Estas medidas não visam incentivar a depreciação do iene, apesar dos receios de uma tal depreciação. Com a economia europeia a não dar mostras de recuperação e com o crescente receio de um abrandamento na China, o Japão não pode dar-se ao luxo de continuar a marcar passo. Na qualidade de interveniente internacional responsável, o Japão tem de estimular a sua economia, a fim de servir de catalisador adicional para o crescimento global.

As políticas detalhadas inclui metas de inflação anual em uma taxa de correção de 2%, é uma estratégia econômica que tem como meta sair da deflação, provocando intencionalmente uma inflação, que é vista no exterior como ”uma indução da desvalorização a moeda”. O próprio primeiro-ministro explicou que o Japão não realizou intervenções, evitando especulações.

Na  revista Newsweek de fevereiro, encontramos esta definição:

abenomicsA moda de produzir localmente o que vai ser consumido entre as grandes enpresas não mudará, assim como a transferência de pequenas e médias empresas em busca de novos mercados no exterior.

A indústria voltada ao consumo interno vai sobreviver e, a longo prazo, tudo se moldará chegando a um equilíbrio, acabando com as diferenças de salários entre China, Sudeste Asiático e Japão.

A indústria japonesa voltará a ser a número um do mundo, com os produtos de melhor qualidade circulando pelo mundo.

O Japão não mudará com o ”Abenomics” mas o ambiente para viver tranquilamente com a família será  muito melhor em comparação com outros países.

 

 

A política básica Abenomikusu (Abenomics) foi definido como “Três Flechas”

  • Política monetária em negrito
  • Uma política fiscal flexível
  • Para estimular o investimento privado estratégia de crescimento

Yuriko Koike, ex-ministra da Defesa, publicou no Project Syndicate, uma explicação sobre as 3 flechas:

As três principais medidas econômicas de Abe, denominadas “Abenomics” pela imprensa internacional, são conhecidas no Japão como a abordagem das “três flechas” – uma referência ao “daimyo” (senhor feudal) do século XVI, Mori Motonari, que tinha três filhos. Certo dia, Motonari pediu a cada um dos filhos para armarem uma flecha, o que todos fizeram sem qualquer dificuldade. Mas quando lhes pediu para cada um deles armar três flechas, nenhum conseguiu fazê-lo. Ao demonstrar que aquilo que é frágil sozinho pode ser forte em grupo, Motonari pediu aos seus filhos a permanecerem unidos.

As três flechas da Abenomics são a despesa orçamental, desregulamentação de setores privilegiados da economia japonesa e flexibilização monetária. As despesas orçamentais suplementares estender-se-ão por 15 meses e focalizar-se-ão na rápida conclusão das obras públicas necessárias à recuperação depois do grande terramoto no Leste do Japão em 2011. A estratégia de crescimento visará setores como a medicina regenerativa, com maiores gastos, por exemplo, na investigação de células que está a ser realizada pelo Prémio Nobel Shinya Yamanaka; incluirá igualmente políticas destinadas a alavancar o poder das mulheres, que estão sub-representadas na força laboral, particularmente em relação a outras economias modernas.

Desde o início que o problema foi a terceira flecha. Só em Janeiro deste ano, depois da esmagadora vitória eleitoral do PLD, é que o Banco do Japão fixou um objectivo de 2% para o aumento dos preços e fez o anúncio conjunto, com o governo, de combate à deflação.

Propostas principais para forçar a economia do Japão a sair da recessão e deflação:

A BBC publicou um artigo em 22/02/2013 de  Rupert Wingfield-Hayes, que explica de forma simples esta questão

A primeira é para imprimir muito dinheiro.

Baseado na teoria econômica que variando a quantidade de dinheiro em circulação na economia é possível  controlar a taxa de inflação.

Durante os últimos 20 anos Japão viveu preso à deflação, onde preços e salários vinham caindo. As pessoas e as empresas não querem investir em coisas que vão valer menos amanhã. Para se manter a economia em bom movimento, é necessário uma certa quantidade de inflação.

Então Abe decidiu que o Banco do Japão deve manter a impressão de mais e mais dinheiro até que a taxa de inflação chegue a 2%.

Segunda proposta é gastar muito dinheiro.

Baseado na Teoria keynesiana de  que a  economia pode ficar preso à recessão quando as empresas deixam de investir e as pessoas param de gastar. Nessa situação, o governo precisa intervir para compensar o deficit. Os gastos do governo colocam a economia em movimento novamente, aumentando a confiança, e as empresas privadas começam a gastar novamente.

Algumas consequências imediatas:

 Desde a eleição de Abe, o mercado acionário do Japão decolou, com aumento de 30% nos últimos três meses.

Uma dramática queda no valor do iene japonês. Isso é muito bom para os exportadores japoneses. Seus produtos são mais baratos, os seus lucros no exterior vale mais.

Desde o ano passado, o mercado de ações de Tóquio tem estado em uma fase de alta do iene e está enfraquecendo em relação a outras moedas principais, graças a esperança de crescimento para as políticas de Abe, que dispõem de flexibilização da política monetária ousado e gastos fiscais oportuna.

Todas as semanas, a mídia japonesa vem divulgando medidas novas com relação a investimentos, aumento de salários, negociações com outros países, TPP , etc. Medidas aceitas por uma parte da população e questionadas por outros. Acompanhar os noticiários seria uma forma de informação e tranquilidade para planejarmos nossos próximos passos e a longo prazo, nosso futuro no Japão.

Leitura recomendada: Efeitos colaterais da Abeconomics no Japão

Quem se interessar poderá acompanhar o  Abenomics Chanell (blog em japonês) , no twitter # Abenomics, fanpage oficial do primeiro-ministro Abe Prime Minister’s Office of Japan.

Fonte: Wikipedia, BBC, Japan Times

Link permanente para este artigo: http://blog.suri-emu.co.jp/?p=10303

1 comentário

  1. Roberto

    Vale a pena lembrar aos mais jovens que a palavra “Abenomics” (Abe Economics) é uma adaptação de “Reaganomics” (Reagan Economics) do já falecido presidente americano Ronald Reagan: http://pt.wikipedia.org/wiki/Reaganomics.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *

Translate »