«

»

jan 30 2012

Imprimir Post

Sono incontrolável durante o dia, diante da TV ou PC, ronco a noite, pressão alta… pode ser APNEIA!

O  ronco não é apenas um barulho incômodo para quem dorme ao seu lado, mas também pode ser um importante diagnóstico para a Síndrome de Apnéia Obstrutiva do Sono (Saos). Quando o ronco vem acompanhado de paradas respiratórias durante o sono, sonolência diurna excessiva e até problemas como pressão alta e batimento cardíaco irregular, é hora de procurar um médico.

O que é Sindrome da apnéia obstrutiva do sono SAOS?

Apnéia significa pausa respiratória. “O que chamamos de apnéia do sono é a ocorrência de no mínimo cinco paradas respiratórias por hora de sono, acompanhadas de sintomatologias como ronco e sonolência excessiva durante o dia”, explica o pneumologista Pedro Felipe de Bruin, membro da Sociedade Brasileira de Sono.

A apnéia do sono é uma desordem do sono caracterizada pela suspensão da respiração durante o sono, é uma doença crônica e está classificada entre as que mais matam no mundo, por causa do aumento do risco de acidente Vascular Cerebral (AVC) e infarto; o aumento do risco de acidentes de trânsito, em razão da sonolência excessiva provocada pelas noites maldormidas; e as paradas respiratórias e até cardíacas durante o sono.

Na maior parte das vezes, as apneias não são suficientes para despertar a pessoa, mas há uma alteração no padrão de sono, passando do sono profundo para um sono mais superficial. Como este sono não é repousante, as manifestações típicas são uma sensação de “noite mal dormida” ao despertar, assim como fadiga e sonolência durante o dia.

O problema é que poucas pessoas conhecem a doença. com a obstrução da faringe (vias aéreas superiores), o esforço respiratório é iniciado, mas o ar não chega a atingir os pulmões. O ronco é a tradução sonora indicando que há uma diminuição ou estreitamento da via aérea durante a passagem do ar. Se esse estreitamento torna-se severo, então ocorre o fechamento ou colapso da faringe, resultando na apnéia. Dormindo, o apnéico não percebe, mas pára de respirar. Essas interrupções na respiração são breves (duram pelo menos 10 segundos), mas repetidas (cerca de cinco episódios por hora de sono).

 

Diagnóstico da apnéia

A apneia do sono é diagnosticada com um teste chamado polissonografia, ou “estudo do sono”. Existem três formas distintas de apneia do sono: central 0.4% (a respiração é interrompida pela “falta de esforço respiratório”), obstrutiva 84%  e mista ou complexa 15% .

Em qualquer um dos tipos, o indivíduo com apneia do sono está raramente consciente de que tem dificuldade para respirar, mesmo depois de acordado. Apneia do sono é reconhecida como um problema por outras pessoas que testemunham o indivíduo durante os episódios ou é suspeitada devido a seus efeitos no corpo.

 

Sintomas –

O principal sintoma da apneia do sono é a sonolência intensa durante o dia. Esta sonolência pode levar a acidentes de automóvel ; ao sono intenso em horas inadequadas, como no trabalho ou na sala de aula.

As outras manifestações da doença incluem o ronco (com pausas respiratórias, as apneias); e dificuldade de manter a concentração e a atenção pela sonolência diurna. Ao dormir, têm também movimentos muito frequentes, durante toda a noite, associados às pausas respiratórias (apneias).

Quadro Clínico:

Sintomas do dia Sonolência excessiva – A sonolência é muito incapacitante. Pode ser medida por uma escala e deve ser considerada uma urgência. O doente pode ter uma avalição positiva da sua sonolência por ter grande facilidade em adormecer, mas os familiares e amigos são mais críticos e fazem queixas relativamente a cochilos inapropriados.

Lapsos e Deficits cognitivos – os doentes podem ter lapsos comportamentais ou de memória, deficits cognitivos e dificuldadesz de concentração. Os problemas começam sutilmente, mas vão-se agravando progressivamente até se tornarem insustentáveis.
Alterações do humor –  Irritabilidade inapropriada, ansiedade, agressividade e depressão ou atá comportamentos irracionais ou paranoicos estão descritos na apneia do sono.  Menos prazer nas atividades.
Impotência e diminuição da líbido com dificuldades nas relações entre casal

 

Pequeno teste: Você costuma sentir sono ou sonolência quando…

(1) Lê sentado: jornais, revistas, livros, documentos?
(2) Quando está sentado assistindo TV?
(3) Reuniões, cinemas e teatros, sendo tranquilamente?
(4) Enquanto viaja como passageiro de um carro por uma hora seguida
(5) Sente vontade de deitar-se na parte da tarde, cansado
(6) Quando está conversando com pessoas?
(7) Depois de almoçar, sem consumir alcool, sentado calmamente?
(8) Ao sentar para escrever cartas, documentos?
(9) Quando fica algum tempo na frente do PC?
(10) Quando dirige a noite, ou em dias de sol, parado no semáforo?

Quanto mais respostas positivas associados à presença de ronco, mais possibilidades de serem sintomas de anomalias no sono. Em caso de dúvidas, procure um médico..

 

Recomendações para pacientes com SAOS

perder peso
evitar álcool e cigarro no mínimo quatro horas antes de dormir
evitar medicamentos sedativos do tipo hipnóticos, anti-alérgicos, anti-histamínicos, preferencialmente antes de dormir
evitar dormir de costas (barriga para cima)
evitar refeições pesadas antes de dormir, evitar comer no meio da noite
evitar bebidas cafeinadas no mínimo quatro horas antes de dormir (chá, café, chocolate)
evitar exercícios intensos  antes de dormir
Tratamento de congestão nasalrinitesinusite
evitar privação de sono
procurar manter um horário relativamente constante para dormir e acordar
levantar a cabeceira da cama cerca de 15 a 20 centímetros
eventualmente, dormir sentado em uma poltrona
controlar infecções, inflamações, principalmente das vias aéreas
procurar seu médico otorrinolaringologista ou especialista em doenças respiratórias.

 

Tratamento mecânico:

 

 

 

 

 

 

 

Tratamento cirúrgico:

Doenças secundárias correlacionadas

 

Dicas de nihongo para ir ao médico

Fonte: Site Dr. Drauzio Varella WikipediaABC da Saúde, Centro do sono,

Video http://youtu.be/E7J_GrKJdpA

Video http://youtu.be/FAf3wxLcZo0

 

Link permanente para este artigo: http://blog.suri-emu.co.jp/?p=207

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *

Translate »