«

»

jun 16 2012

Imprimir Post

Seu filho é brasileiro e não fala o português? Motive e incentive a aprendizagem da língua materna.

Muitos brasileiros nasceram no Japão, ou vieram ainda crianças e frequentam ou frequentaram escolas japonesas e ainda não foram alfabetizados ou não aprenderam a língua portuguesa.

Entre ficar e ir embora, muitas famílias acabam permanecendo no Japão e os filhos não se interessam em aprender a língua materna.

Orientadores, professores, pais devem estar sempre preocupados e direcionarem as crianças à motivação do aprendizado e da comunicação em português também.

Neste post estaremos divulgando alguns cursos de alfabetização e alguns livros disponíveis no mercado japonês para o aprendizado do português do Brasil.

Morar no Japão é muito bom. O Japão além de lindo é um local muito bom para se morar, pois tem uma boa infra-estrutura e educação. No entanto, a cultura japonesa, apesar de muito bonita, é uma cultura muito rígida o que pode fazer com que as crianças se esqueçam da cultura da terra natal.

Com o objetivo de evitar este esquecimento, para você, que um dia pretende voltar para sua terra natal e não quer que seus filhos sofram muito com as diferenças entre as culturas, é importante manter acesas algumas pequenas coisas e não deixar que as crianças esqueçam os costumes e idioma da terra natal.

Neste momento é de suma importância a reflexão dos pais e a decisão de ensinar ou não a língua portuguesa para os filhos frequentam escolas japonesas e não conhecem a língua materna. Mesmo que sua proposta seja de morar em definitivo no Japão, não poderá negar aos filhos, a oportunidade de aprender o português.

Um dia, como funcionário ou empresário poderá visitar o Brasil, a negócios ou a passeio, sem precisar de um intéprete para a sua própria língua materna. Hoje em dia, muitos japoneses se empenham no aprendizado do português, por diversos motivos: turismo, negócios, futebol, etc.

Atualmente o Projeto Kaeru vem realizando a integração dos brasileiros que estudaram em escolas japonesas, quando retornam ao Brasil. Veja mais aqui Palestras Projeto Kaeru: programa de inclusão de filhos de brasileiros no Japão às escolas no Brasil.


 

A Revista Alternativa edição 270 de 17 de novembro traz um artigo muito bom e interessante com texto de Thassia Ohphata: Resgate da língua portuguesa. Grupos voluntários ensinam crianças e adultos brasileiros que não tem contato com a língua materna. Para manter viva a língua portuguesa e a identidade brasileira, existem no Japão diversos grupos voluntários que ajudam na alfabetização de crianças e adultos. Muitos estudam ou estudaram no Japão e não tiveram oportunidade de serem alfabetizados na lingua portuguesa, e muitas vezes, nem falam o português.

 

 

Projeto de alfabetização da NPO Associação dos Brasileiros de Toyohashi (ABT)
Terças-feiras : 19 às 20:30h
Sábados : das 9:00h às 10:30h e das 10:30h às 12:00h
Mensalidade: ¥5.000 (não associados) e ¥4.000 (associados)
Aulas de Português para jovens e adultos também, consulte.
Local das aulas: Espaço ABT
Endereço: Aichi-ken Toyohashi-shi Naka Iwata 2-8-13
Informações 0532-39-3437

Projeto de alfabetização NPO (new) SAB – Associação Amigos do Brasil
Sábados : das 9:00 às 11:00h e das 13:30h às 15:30h
Mensalidade: ¥2.000 (material por conta dos pais)
Local das aulas: Kamikobi Kominkan
Endereço: Gifu-ken Minokamo-shi Honcho-cho 8-8-48
Informações: 090-3252-3439 (Alina Kinjo)

Utsunomiya Latinos
Sábados: 18:30 às 20:30h (exceto janeiro e agosto)
Mensalidade: ¥3.000 (por família)
Local das aulas: Kiyohara Kominkan
Endereço: Tochigi-ken Utsunomiya-shi Kiyoharadai 4-2-17
Informações: 080-1198-7639 (Ana Ishikawa)

Grupo ABC
Sábados : das 10:00 às 12:00h
Mensalidade: ¥1.000
Local das aulas: Yume Park
Endereço: Kanagawa-ken, Kawasaki-shi Takatsu-ku Shimo Sakunobe 1500-6
Informações: cmino90@hotmail.com com Celia Takahashi

.

 

 

——————————————- Sugestão de Livros ———————————————-

No site do Tantou Blog (recomendo para quem deseja aprender nihongo)  além de muitos bons artigos para aprender o japonês, divulga livros que ajudarão bastante neste aprendizado. Lá encontrei a  Biblioteca do Tantoublog e para minha surpresa, muitas indicações de livros destinados ao aprendizado do português do Brasil, editados para os japoneses.

Citarei 3 livros entre muitos, como exemplo.

————-Manual de Japonês-Português para brasileiros residentes no Japão e Instituições de Ensino.———–

Livro orienta escolas japonesas que tem alunos brasileiros matriculados e pais que não compreendem o japonês. Contem frases, formulários e programações das escolas japonesas para o cotidiano escolar. As professoras poderão utilizar os exemplos para explicar algo para os pais, ou vice-versa.

ISBN978-4-7958-3433-0 C0026¥1500E

Clique na imagem para ampliar

 

——————————————– Guia do cotidiano no Japão em português. —————————————-

Totalmente ilustrado, de fácil compreensão para japoneses e brasileiros pois todas as palavras são apresentadas em 4 versões: palavra escrita em japonês, a leitura em romaji, a tradução em português e a leitura da tradução em katakana para os japoneses.

Na terceira parte do livro também encontramos um pequeno dicionários com vocabulários úteis.

ISBN4-87731-183-1 c0087 ¥2000E

 

——————————- Aprendendo a conversação em português do Brasil. ———————————–

バッチリ話せるブラジルポルトガル語- Aprendendo a conversação em português do Brasil. O livro acompanha CD e explica para os japoneses a conversação em português.

Este livro é recomendado para quem está na escola japonesa. Todas as palavras traduzidas para o português vem acompanhado da leitura em katakana.

ISBN978-4-384-04284-9 c1087 ¥2400E

 

 

 

 ——————– Recomendo leitura ————————-

 

O ensino do português como língua de herança –

O aprendizado da língua portuguesa por crianças brasileiras que vivem fora do Brasil é mais importante do que se imagina. Além de ligá-las aos costumes e cultura do país de origem, o domínio do idioma português é um instrumento de identidade. Não é à toa que tantos grupos de brasileiros em países como Estados Unidos e na Europa se esforcem para ensinar a língua materna para os filhos. Mas agora o assunto que era restrito a comunidades assumiu proporções maiores. Site da Revista Educando. Leia mais aqui

Por um retorno mais cuidadoso

O retorno ao Brasil de uma criança que estudou vários anos em escola japonesa é bem mais complicado do que os pais imaginam. Logo que chega, ela tem que se adaptar rapidamente ao novo ambiente, a um idioma estranho e também a um sistema de ensino completamente diferente. E por não conseguir verbalizar o que sente, ela demonstra que está descontente de várias formas. Site da Revista Educando. Reportagem de  Antônio Carlos Bordin. Leia mais aqui

Os benefícios da educação bilíngue

O ensino bilíngue é um tema que vem sendo bastante estudado por educadores e psicólogos no mundo. Uma pesquisa divulgada este ano pela Universidade de Granada, na Espanha, por exemplo, mostrou que o bilinguismo ajuda a melhor a memória e a atenção da criança. Site Revista Educando. Leia mais aqui

O que é o Projeto Kaeru?

O Projeto Kaeru tem como objetivo oferecer um trabalho de intervenção psicológica, social, psicopedagógica, de acompanhamento e de reforço escolar às crianças do ensino fundamental da rede estadual de educação que, em decorrência dos processos migratórios, mais precisamente, do movimento de trabalhadores brasileiros ao Japão, apresentam dificuldades na aprendizagem, pouco conhecimento da língua portuguesa, dificuldades nas relações interpessoais, de (re)adaptação à sociedade brasileira, gerando como conseqüência problemas sérios ao seu desenvolvimento, aos seus familiares, às escolas e a todos aqueles que convivem com elas. Site do ISEC Instituto de Solidariedade Educacional e Cultural. Leia mais aqui

Em duas línguas

Uma grande mudança vem marcando, nos últimos anos, o movimento migratório de brasileiros para o Japão. O chamado movimento dekassegui, que, em seu início, se caracterizava pela curta permanência dos migrantes no estrangeiro mudou de cara.  Se nos anos 90, a grande maioria era formada por homens solteiros ou casados que migraram sozinhos, a tendência agora é da formação de famílias. Por isso, uma das grandes preocupações dos migrantes e dos governos está na educação das crianças brasileiras no Japão. Dentre várias outras questões, uma tem se sobressaído nas discussões da comunidade. Pais e educadores perguntam: “é possível educar os brasileiros como bilíngues no Japão?” Site Overmundo, reportagem de Roberto Maxwell  Leia mais aqui 

Como ensinar português e japonês ao seu filho

Peço aos brasileiros que vivem no Japão que pelo menos conversem com seus filhos em português. Senão, um dia vc só vai conseguir falar coisas básicas com ele em japonês. Discussões mais difíceis ou falar de seus sentimentos ficará muito díficil. Falta de tempo não é desculpa. Perceba que vc está tirando uma oportunidade da vida dele. Como será se um dia vc voltar ao Brasil e seu filho não dominar a língua portuguesa? Por outro lado, se pretende viver no Japão, é essencial que vc e seu filho aprendam o japonês. A vida dos dekassêguis tomou outros rumos. O ideal seria aprender ambas as línguas. Sem se esquecer do inglês. Quem não domina o inglês hoje em dia, é um analfabeto em nível mundial. Elisa no Blog fala da própria experiência. Leia mais aqui 

Ensinando Português a brasileirinhos do exterior

Todo mundo que mora fora do Brasil, que pensa em voltar ou que simplesmente não quer perder as origens, pensa nesse assunto, cedo ou tarde.
E é complicado ensinar a Língua Portuguesa, cheia de truques, mudanças ortográficas, verbos irregulares, esses, cês e cedilhas, gês e jotas. Blog Materna Japão fala da própria experiência. Leia mais aqui

A importância da alfabetização

Ensinar aos filhos a falar e escrever em português pode parecer uma luta inglória, já que as crianças em escolas japonesas permanecem a maior parte do dia em contato com japoneses e falam apenas no idioma local. E resta pouco tempo para os pais, que trabalham o dia todo, sentarem com o filho para ensiná-los algo em português. Mas se tem uma coisa que os pais não podem pensar nessa hora é em desistir.

“Existem várias formas de os pais ajudarem os filhos nessa tarefa. Podem incentivá-los a fazer aquele jogo de caça-palavras ou mesmo escrever a lista de compras quando forem ao mercado”, explica. “São coisas simples para as crianças terem um contato maior com a língua materna. Quando os pais incentivam os filhos a estudar, dando valor ao aprendizado da língua portuguesa, tudo fica mais fácil”, garante. Site da Revista Educando, texto de Antonio Carlos Bordin. Leia mais aqui

Link permanente para este artigo: http://blog.suri-emu.co.jp/?p=352

1 comentário

  1. {soul and blues|blues|southern soul|southern soul radio

    Tremendous things here. I’m very satisfied to see your article. Thank you a lot and I’m having a look ahead to contact you. Will you kindly drop me a mail?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *

Translate »