«

»

set 25 2011

Imprimir Post

Mais acidentes envolvendo brasileiros?!!… O que você faria? #saber #respeitar #divulgar

Brasileira atropeleu e fugiu sem socorrer vítima…
Policía adverte motoristas sem cinto de segurança…
Crianças atravessam fora da faixa e se machucam…
Acidentes envolvem motoristas sem carteira e alcoolizados…
O prejuízo do acidente foi grande…. sem seguro para pagar as despesas...

O número de motoristas estrangeiros aumentou… como também aumentaram o número de acidentes envolvendo carros, bicicletas e pedestres, incluindo japoneses e estrangeiros. Infelizmente ainda encontramos manchetes na mídia japonesa com destaque para acidentes envolvendo brasileiros, como os exemplos acima.

Há vinte anos ou mais, os brasileiros fazem parte do grande contingente de estrangeiros que trabalham no Japão. Nos anos 90, alguns conseguiram tranferir a carteira de motorista do seu país, atualmente, muitas escolas surgiram, assistência em português e foi facilitado a transferência para a carteira japonesa, inclusive com exames em português para algumas regiões com concentração de brasileiros. Grande parte da comunidade já está consciente das obrigações e respeitam as normas de trânsito. Mas como conseguir atingir a todas as pessoas? Brasileiro não gosta de ler de um modo geral, principalmente MANUAIS, quem dirá MANUAIS DE TRÂNSITO!!!

Se o título deste artigo fosse: ¨Você conhece as regras de trânsito japonesas?¨, com certeza não teria acessos… Alguns pensariam: Eu já conheço! Eu já sei! Eu não dirijo, então não me interessa!… e assim por diante.

O título deste artigo é  proposital… Para chamar a sua atenção e também para refletirmos um pouco sobre a conscientização da comunidade brasileira. Não desejamos que ninguém tenha um membro da família envolvido em acidente, sendo causador ou vítima, dizendo que ¨não sabia direito… pensei que… me disseram… sempre fiz assim…¨ para justificar o erro e a falta de informação.

Não importa se você dirige ou não, anda de bicicleta ou não, qualquer pessoa está sujeita a sofrer um acidente seja de carro, seja de bicicleta, seja andando somente. Isto significa que devemos ter o cuidado em dobro para garantir nossa segurança, não colocando em risco nossas vidas e de outros. E para ter cuidados, é necessário conhecer as regras e a prevenção !

Em um acidente você poderá perder a vida, poderá perder o carro, poderá perder uma parte importante de seu corpo, poderá ter grandes prejuízos financeiros, poderá perder o emprego, poderá perder sua tranquilidade. Poderá de uma hora para outra, estar preso, condenado e ser deportado também, se causar um acidente grave.

Todos pensam em acidentes, como carros ou atropelamentos, e se esquecem que bicicletas também podem causar acidentes e devem indenizar os feridos e outros estragos. Quando atravessam a rua fora do local determinado, esquecem que se um carro tiver que desviar para não atropelá-lo poderá chocar-se com outro veículo, por exemplo, e até causar a morte de pessoas. Como ficaria sua consciência? Se tivesse atravessado no local certo, isto não aconteceria….

Como podemos melhorar tudo isso?

(1) Todos devem conhecer as regras de trânsito
(2) Todos devem respeitar as regras de trânsito
(3) Todos devem divulgar as regras de trânsito. Orientar e ensinar crianças e adultos também.
(4) Todos devem chamar a atenção quando um amigo ou familiar não age de acordo com as regras de trânsito.

Pensando assim, a Polícia da provincia de Aichi, elaborou um Manual em japonês, inglês e português, com dados básicos para conhecimento da população. Porque Aichi? Porque em Aichi se concentram o maior número de veículos no Japão. Também por que Aichi é campeão em acidentes de trânsito com vítimas dentro do Japão. E mais, por que em Aichi se concentram a maior população de brasileiros no arquipélago. Mas as regras são válidas para todos e em todo o Japão.

Se nós postarmos os links que foram especialmente traduzidos para o português sobre as regras de trânsito, muitos não se interessariam… Por isso, transcrevemos abaixo, as normas básicas das regras de trânsito no Japão!

¨Você conhece as regras de trânsito japonesas?¨

No Japão, a Lei de Trânsito estabelece as regras para o trânsito de carros, bicicletas e pedestres. Há penalidades para os infratores.

Regras trânsito básicas
O número de acidentes de trânsito nesta província é grande e casos envolvendo estrangeiros, como autores ou vítimas, tem aumentado. Para evitar acidentes sigas as regras básicas abaixo:
O pedestre deve transitar no lado direito, enquanto que o carro e a bicicleta no lado esquerdo da pista.
Entre o carro e o pedestre, tem a preferência o pedestre.
Obedeça aos semáforos e as placas de trânsito

Obedeça as ordens dos policiais

Regras básicas para o pedestre Na existência de calçada, ande sempre através dela.

Onde não há calçada, ande pelo lado direito da rua.
Ao atravessar uma rua, sendo um cruzamento com semáforo, obedeça ao semáforo para pedestre. Não existindo o semáforo, utilize a faixa de pedestre.
Ao atravessar uma rua, antes olhe bem para os  lados direito e esquerdo, verifique se     não há carros se aproximando, ou se os   mesmos estão  parados.
À noite, instale materiais refletores no vestuário ou use roupas de cores claras.

Utilizar, sempre que houver, a passarela ou a passagem subterrânea

Regras básicas para bicicleta
As bicicletas deverão trafegar pelo lado esquerdo da rua, formando uma única fila
A bicicleta poderá trafegar na calçada onde existem placas permitindo a sua passagem
Evite andar de bicicleta em 2 pessoas, com o guarda-chuva aberto, dirigir com uma mão para segurar objetos com a outra.
Nas cancelas de trens, ou nas paradas obrigatórias, antes de atravessar, pare e confirme a segurança nos lados direito e esquerdo
Num cruzamento com semáforo, transite obedecendo ao semáforo
Em Aichi, tem acontecido muitos acidentes de trânsito envolvendo estrangeiros que dirigem  bicicletas. Tome muito cuidado ao dirigir uma bicicleta para não acontecer acidentes.  As bicicletas podem circular nas vias sinalizadas pela placa para ciclistas e pedestres mas, devem ser manejadas lentamente, próximos à pista de rolamento.

Regras básicas para o carro
É terminantemente proibido dirigir sem a carteira de motorista ou alcoolizado
Obedeça às regras de trânsito, aos semáforos, às placas, aos sinais.
Para andar de carro, o motorista e os passageiros deverão usar o cinto de segurança. De motocicleta, use o capacete.
Crianças menores de 6 anos deverão usar a                 ¨cadeira própria para crianças¨
Nos locais onde placas ou sinais determinam  as velocidades máximas, não é permitido    ultrapassá-las.
No início da noite, procure acender logo as   luzes do carro.
Evite o uso de telefone celular quando o    carro estiver em movimento.
Tem acontecido muitos acidentes de trânsito  envovendo idosos. Ao avistar um idoso, dirija  sendo gentil com ele.

Quando o carro quebrar dentro da cancela de trem
Acione o aparelho de advertência apertando o botão localizado no poste próprio para tal.)  o que fará enviar um aviso para o trem.
Através da tocha de sinalização que tiver em mãos, avise o trem.
Não tendo a tocha de sinalização, queime por perto algo que provoque bastante fumaça para avisar o trem.

Caso cometa um acidente de trânsito
Remova o carro para um lugar a fim de não atrapalhar o trânsito. Desligue o motor.
Caso haja feridos, tlefone para o corpo de bombeiros (número 119). Enquanto não chega o médico, a ambulância, tome as medidas de emergências possíveis (estancamento do sangue através de gaze ou lenço, etc).
Informe de imediato a polícia (telefone 110) o local do acidente, o número de feridos, a gravidade dos ferimentos, etc. Receba orientações.
Não estando machucado, não saia do local do acidente até a chegada da policia.
Ao cometer um acidente de trânsito, além do ressarcimento de natureza civil, o motorista estará sujeito à resolução administrativa pública (suspensão ou cancelmaento da carteira) e/ou penalidade (multa, etc).
Um acidente de trânsito não traz infelicidade somente para si próprio, mas também para a família, os amigos. Dirija com segurança para não cometer acidentes.

Sobre a carteira de motorista
Para dirigir um carro no Japão, é necessário a carteira de motorista tirada no Japão ou uma carteira de motorista internacional emitida por um dos países signatários do Tratado de Genebra.
Atendendo a todas as seguintes condições é permitido dirigir com a carteira internacional de motorista:
Emissão por um dos países signatários do Tratado de Genebra, formato de acordo com o estabelecido e prazo de validade em vigor. (Não é permitido dirigir com as carteiras internacionais do Brasil, China, Irã e outros países que não signatários do Tratado de Genebra. As carteiras da Suiça, Alemanha, França acompanhadas de uma tradução em japonês- feita por alguém credenciado – terão o mesmo tratamento de uma carteira internacional).
Prazo de validade em vigor
Necessário estar dentro do período de 1 ano após a entrada no Japão. (Contudo, pela lei de registro de estrangeiros, este período de 1 ano corresponderá àquele que a pessoa passar um mínimo de 3 meses em outro país).

Atendendo às seguintes condições é possivel requerer a transferência para a carteira de motorista japonesa no Centro de Exames para Carteira de Motorista –
Provincia de Aichi – tel 052-801-3211 Nagoya-shi Tenpaku-cho oaza Hirabari aza Kuroishi- 2845-409) ou no Centro de Carteira de Motorista de Higashi Mikawa (tel 0533-85-7181 Toyokawa-shi Kanayanishi-machi 2 chome 7 banchi)
Carteira de motorista estrangeira emitida legalmente e em vigor.
Permanência no total de 3 meses ou mais no país emitido
Aprovação nos testes escrito e prático
Feita a verificação dos documentos na ocasião do requerimento e, depois, sendo aprovado na prova de aptidão, nos testes escrito e prático, será emitida a carteira de motorista.

Documentos necessários:
● Carteira de motorista estrangeira + cópia
● Tradução em japonês da carteira de motorista estrangeira
● Passaporte novo e antigos + cópias das páginas que contem a foto do portador, prazo de validade do passaporte e visto
● Certificado de Registro de Estrangeiro com endereço em Aichi, além de constar  o registro civil (honseki)
● 1 foto de identificação (altura 3 cm X largura 2,4 cm), tirada em menos de 6 meses, própria para requerer a carteira
● A taxa varia de acordo com a categoria de carteira pretendida na transferência
● Obs. 1 : Venha acompanhado de um intérprete caso não compreenda o japonês ou não consiga escrever em japonês.
● Obs. 2 : Dependendo do país, os documentos exigidos são outros. Obtenha detalhes direamente no Centro de Exames para Carteira de motorista

Renovação da Carteira de Motorista –
O prazo de validade da carteira emitida inicialmente vale do dia de sua emissão até 1 mês depois da 3a. data de aniversário do motorista. Depois dependendo do tempo de aquisição da carteira ou da existência ou não de infrações, e assistido uma aula na ocasião da renovação, poderá receber uma carteira com 5 ou 3 anos de validade. As renovações são feitas no Centro de Exames para Carteira de Motorista ou na delegacia de polícia da região onde reside e que possua guichê de atendimento para renovação.
Documentos necessários para renovação:
● Aviso de Renovação (Koshin Renrakusho, em formato de cartão postal) + carteira de motorista (estando suspensa a carteira, documento de Suspensão da Carteira -Unten Menkyo Teishi Shobunsho)
● Para alterar simultaneamente o endereço: certificado que comprove o endereço  novo (Certificado de Registro de Estrangeiro, Caderneta de Seguro Saúde,etc)
● Para alterar simultaneamente o nome, registro civil (honseki), data de  nascimento: Certificado de Registro de Estrangeiro + cópia
● Taxa:  Carteira Gold ¥2.950-Carteira comum ¥3.300- Carteira com  infração e primeira renovação ¥3.950

Para se prevenir contra um acidente de carro, além do seguro obrigatório recomendamos entrar no seguro particular (nin-i hoken) para que seja possível atender à uma eventual indenização
Seguro obrigatório (jidosha songai baisho sekinin hoken) – É um seguro que a lei obriga a ter e, assim, o proprietário de um carro ou motocicleta precisa com certeza tê-lo. O proprietário entra no seguro na ocasião da compra ou vistoria (shaken) do veículo. A inscrição é feita pelos representantes do seguro, como revendedoras e oficinas mecânicas.
Seguro particular (nin-i hoken) – Faz a cobertura da parte que não está coberto pelo seguro obrigatório, como é o caso do carro, indenizações aos passageiros do motorista, valor que excede o teto de cobertura do seguro obrigatório.

Guichês de consulta sobre acidentes de carro para estrangeiros
Associação Internacional de Aichi – consulta jurídica (necessário reserva, gratuito) – tel 052-961-7902
Centro Internacional de Nagoya – consulta jurídica para estrangeiros (necessário reserva, gratuito) tel 052-581-6111
Associação dos Advogados de Nagoya, Centro de Consulta jurídica de Sakae (necessário reserva, pago) – tel 052-252-0044

Link em português, espanhol, inglês, chinês, koreano e japonês http://www.pref.aichi.jp/chiiki-anzen/koutu/gaikoku/index.html

Leia também 

AICHI terá exames para carteira de habilitação em português!

 

 

**************************************

Link permanente para este artigo: http://blog.suri-emu.co.jp/?p=482

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *

Translate »