«

»

maio 28 2012

Imprimir Post

Saiba mais sobre o que é o Terremoto de Tokai, Tonankai e Nankai.

Acredita-se que os terremotosTokai, Tonankai, Nankai ocorrem com magnitude 8 uma vez a cada 100 ou 150 anos e que o próximo ocorreria na primera metade deste século.

Os especialistas indicam que há 87% chances de Grande terremoto de Tokai acontecer nestes 30 próximos anos, como também 60% do Terremoto Nankai e 70% do Terremoto Tonankai.

Por que terremotos ocorrem?

Terremotos ocorrem porque as placas tectônicas, que cobrem a terra como grandes pedaços de uma fina casca de ovo, se movem sobre o núcleo quente do planeta. E quando a tensão resultante do movimento e do choque entre esses imensos pedaços de terra é liberada, ela chega à superfície em forma de ondas sísmicas. Cerca de 90% dos terremotos no planeta ocorrem na região conhecido como o “círculo de fogo”, uma faixa que vai da costa oeste da América, incluindo os Andes e a Califórnia, passa pelo Alasca, Japão e Filipinas, cobrindo a maior porção do Oceano pacífico e chegando até à Nova Zelândia.

Por que no Japão tem tantos terremotos?

As 6.852 ilhas que formam o arquipélago japonês são partes expostas de uma cadeia de montanhas submarinas que se erguem abruptamente do fundo extremo do oceano, a cerca de 8 mil metros de profundidade. O país é puro resultado do movimento das placas tectônicas, mais precisamente da Placa de Amur se sobrepondo à Placa das Filipinas por centenas de milhões de anos – um movimento que continua ativo, desencadeando vulcões, fazendo crescer montanhas e moldando o terreno para os próximos milhões de anos

O Japão é um país frequentemente abalado por atividades sísmicas, pois está geograficamente localizado sobre 4 placas tectônicas, que estão em movimento. O ponto de encontro das bordas das placas são conhecidas como falhas, e é onde se dão os terremotos mais fortes.

Em função destes abalos, casas desmoronam, móveis caem e janelas se quebram. Em casos violentos, edifícios desmoronam e pontes são destruídas, consequentemente mortos e feridos, modificando bruscamente a vida diária. Inclusive com perigos de tsunami, como presenciamos dia 11 de Março, na região de Tohoku (Miyagi, Iwate, Fukushima).

O que é o Terremoto de Tokai

É um grande terremoto que ocorre na região de Tokai com epicentro em Suruga, Shizuoka. O último terremoto aconteceu em 1854. Em 1707 quando ocorreu o terremoto de Tokai junto com o terremoto de Tonankai e Nankai, o maior pico do Japão e um dos mais conhecidos do planeta, o Monte Fuji entrou em erupção, há três séculos atrás. Mais exatamente em 16 de dezembro de 1707, quando lançou uma chuva de cinco centímetros de cinzas sobre a então capital do país, Edo (Tokyo).

Em 1976, o  sismólogo Katsuhiko Ishibashi, da faculdade de Ciência na Universidade de Tokyo divulgou que “Não seria surpreendente se um terremoto de larga escala acontecesse amanhã na área de Tokai, centrado em torno da cidade de Shizuoka”.

A idéia se baseava no fato de que, por sua localização, a região de Tokai havia sofrido terremotos muito fortes a cada 100 ou 150 anos, o que provavelmente voltaria a acontecer. Desde esta época vem sendo reforçados um forte trabalho de prevenção e medidas de minimização de danos em casos de tremores muito fortes na região.

Desde a divulgação da teoria, a prefeitura de Shizuoka realiza estudos anuais sobre a situação da cidade em relação à possibilidade de um grande tremor. No estudo divulgado em 2011, sismólogos do país são citados alegando que o perigo era iminente. “A ocorrência de um Terremoto Tokai é mais provável a cada dia”, dizia o relatório. Todos os governos e prefeituras das regiões que serão afetadas direta ou indiretamente, estão sempre revendo medidas de prevenção, realizando treinamento e simulações.

Embora a tecnologia de observação, etc, para prever terremotos em Tokai esteja progredindo a cada ano, há casos em que os terremotos podem ser previstos, e há casos em que não… Independentemente de ser possível prever quando um terremoto irá ocorrer, é importante que a preparação seja feita diariamente, para que se possa agir com calma, no momento de um terremoto

No Japão estão previstos 3 grandes terremotos: TOKAI, TONANKAI e NANKAI

Em setembro de 2003 foi publicado pelo congresso (chuo bosai kaigi) a hipótese de danos no caso dos 3 terremotos  Tokai, Tonankai  e Nankai ocorrerem simultaneamente. A situação dos danos varia conforme o horário em que o terremoto ocorrer. As hipóteses são de cerca de 28.000 mortos, 960.000 casas completamente destruídas  e o prejuizo econômico chegará a cerca de 81bilhões ienes. As hipóteses de danos caso ocorrer apenas o terremoto de Tonankai é de 10.000 mortos e o valor do prejuizo econômico é de cerca de 37 bilhões ienes. A escala dos danos chegará a ser 3 vezes mais alta no caso dos 3 terremotos ocorrerem simultaneamente.

Em estudos recentes divulgados em 31.03.2012 os especialistas indicam que há 87% chances de Grande terremoto de Tokai acontecer nestes 30 próximos anos, como também 60% do Terremoto Nankai e 70% do Terremoto Tonankai.

Breve histórico dos terremotos anteriores

1605 -Terremoto de  Keichou : Tokai, Tonankai e Nankai – M7.9

1707 – Terremoto de Houei:  Tokai, Tonankai e Nankai – M 8.6 – 5.038 vítimas (depois de 102 anos)

1854  – Terremoto de Ansei Tokai e Ansei Nankai : Tokai, Tonankai e Nankai – M 8.4 – 2.658 vítimas (depois de 147 anos)

1944  – Terremoto de Tonankai M7.9 – 1.251 vítimas (depois de 90 anos)

1946 – Terremoto de Nankai  M8.0 – 1.330 vítimas

Quais são os possíveis danos do terremoto de Tokai, Nankai e Tonankai?

Atualmente foram determinadas 652 cidades como regiões que devem reforçar as medidas preventivas contra os danos do terremoto. As regiões determinadas são de cerca de 30 % do Japão, e o número de habitantes destas regiões chegam a cerca de 37 milhões de pessoas.

As regiões de possível danificação são de grande extensão, por isso prevemos a falta de equipe de  socorro, organização de emergência, e durante um longo prazo haverá corte de abastecimentos, comunicações, interrupção de estradas e redes de transportes.

Caso o terremoto ocorrer no mesmo horário que ocorreu o grande terremoto de Hanshin Awaji (ocorrido por volta de 5 horas da manhã) as hipóteses serão de 6500 mortos por motivo de desmoronamento de edifícios. Se a porcentagem de refugiados for de 70 % serão cerca de 3300 mortos no caso de ocorrerem maremotos (tsunamis). Se a porcentagem for de 20 %, de acordo com a previsão serão 8600 mortos.

No caso de desastres em declíves, o número de mortos será de cerca de 1900 e aumentará ainda mais se ocorrerem desabamentos e tsunamis.

Previsão de intensidade dos terremotos Tokai, Tonankai e Nankai

Previsão de Tsunami de acima de 20m podem atingir 8 cidades 

previsão da altura das ondas, em caso de tsunami

No dia 31,03,2012 o governo japonês informou através da mídia, que cerca de 23 localidades, incluindo Toyohashi (Aichi), Shimoda e Omaezaki (Shizuoka), podem ser atingidas por tsunamis de mais de 20 metros de altura se um terremoto de 9 graus na escala Richter ocorrer na falha Nankai, que se estende da região Kanto à Kyushu no Oceano Pacífico.

O alerta foi feito por um grupo de especialistas do gabinete no sábado, que revisou as previsões de 2003. No relatório anterior, os pesquisadores afirmaram que nenhuma cidade seria atingida por tsunamis com mais de 20 metros de altura, mas o estudo foi revisado após os desastres de 11 de março na região Tohoku.

Cidade de Kuroshio, Kochi, onde estima-se que o tsunami chegaria a 34,4m no caso do Terremoto de Nankai (Yomiuri)

Em Kuroshio (Kochi), as ondas podem chegar a 34, 4 metros de altura.Em Aichi, Toyohashi (20, 5m) e Tahara (20m) podem ser atingidas por tsunamis de mais de 20 metros de altura, assim como Owase (24, 5m), Toba (24, 9m), Shima (24m) e Minami Ise (21, 8m), em Mie e Shimoda (25, 3m ) e Omaezaki ( 21m) em Shizuoka.

 

Paredão para proteção de tsunami na Usina de Hamaoka

A usina nuclear de Hamaoka, agora desativada, pode ser atingida por tsunamis de 21 metros de altura. A operadora, Companhia Elétrica de Chubu, está construindo um paredão anti-tsunami perto da usina, mas no projeto original ele terá apenas 18 metros de altura, segundo a agência de notícias Kyodo.

Os tremores podem durar 3 minutos e algumas áreas de Shizuoka e Wakayama podem ser atingidas por tsunamis enquanto os abalos ainda estiverem ocorrendo.

Se o grande terremoto de Tokai-Tonankai ocorrer, estima-se que a primeira onda de tsunami poderá atingir Nagoya em cerca de 90 minutos após o terremoto, com previsão de elevação do nível da água na costa em cerca de 2 a 3 metros. Partindo desse pressuposto, certas áreas da cidade de Nagoya estarão sujeitas a ordens de evacuação. No entanto, a fim de proteger a vida humana em áreas costeiras e outras áreas baixas com risco de serem afetadas, a cidade de Nagoya está designando alguns edifícios como prédios para refúgio em caso de tsunami.

Caso seja anunciado alerta de tsunami gigante (Ootsunami Keiho/大津波警報), na bacia de Ise e Mikawa, os moradores deverão imediatamente, se refugiarem num ponto elevado e seguro. Caso não haja mais tempo ou não esteja em condições de se deslocar rapidamente ou não há um ponto elevado nas proximidades, procurar se refugiar nos prédios designados para refúgio em caso de tsunami.

Atenção: O alerta de tsunami gigante é anunciado em casos de previsão de tsunami de cerca de 3 metros de altura. Foram anunciados alertas de tsunami gigante no passado, inclusive em março de 2011, mas até o momento, não houve anúncio de alerta na bacia de Ise e Mikawa (região do porto de Nagoya).

 

Nihil Lemos no Blog A mente de um livre-pensador, escreveu um artigo muito bom e esclarecedor sobre O Temido Terremoto de Tokai, recomendo leitura. Abaixo um trecho do artigo:

 

Possíveis efeitos (ou iminentes mesmo) do Terremoto de Tokai

1. O terremoto será de altíssima magnitude (acima de 8 graus na escala Richter). É esperado um estrago considerável num raio de centenas de quilômetros do epicentro.
2. Tsunami com mais de 10 metros de altura (na região Tohoku o tsunami passou dos 20 metros e em algumas regiões passou dos 30).
3. O tsunami do Terremoto de Tokai não deve ser o único. Os do Terremoto de Nankai e Tonankai devem chegar com poder igualmente destrutivo. Isso mesmo em poucos dias ou num período de num máximo um ano as províncias de Shizuoka, Aichi e Mie podem ser atingidas por tsunamis massivos.
4. O mais provável é que a magnitude seja entre 7,9 e 8,5 graus na escala Richter. Mas mesmo sendo altamente improvável um terremoto de magnitude 9 não pode ser descartado na região e, claro, um terremoto dessa magnitude superaria todas as expectativas provocando danos num raio de milhares de quilômetros. Mas esqueçamos isso, por enquanto.

As províncias de Mie, Aichi e Shizuoka certamente serão as mais atingidas pelo massivo terremoto. Isso fora outras que podem ser razoavelmente atingidas como Kanagawa, Tóquio e Chiba. E estas devem ser duramente atingidas quando acontecer um terremoto como o Grande Terremoto de Ansei Edo. Podemos então dizer que são quatro grandes terremotos possíveis que podem ser desencadeados? Não. Este último citado faz parte de outra divisão de placas (Norte Americana-Pacífico).

A preocupação com o Terremoto de Tokai começou em 1976, quando o sismólogo Katsushiko Ishibashi disse:

Não será nenhuma surpresa se o Terremoto Tokai acontecer amanhã.

De lá pra cá ele publicou inúmeros estudos, inclusive sobre os possíveis desastres nucleares provocados por sismos e tsunami, como o que aconteceu em Fukushima I.

Tudo bem que ele é mala nesse aspecto, mas deve ser reconhecido afinal é graças aos seus estudos que a Região Tokai, especialmente a província de Shizuoka, nunca se preparou tanto como vemos AQUI. Já foram 1,9 TRILHÕES de ienes (mais de US$ 200 bilhões na época) gastos com a preparação. Mesmo assim vendo o Terremoto de Tohoku de 11 de março tudo isso parece insuficiente.

Há quem diga que mais de 5 mil mortes são dadas como certas. Lembramos ainda que algumas das maiores empresas do Japão (e por que não do mundo) estão instaladas na região, especialmente automobilísticas. Não esquecendo de dois aeroportos (ShizuokaChubu Centrair), as mais importantes linhas ferroviárias (as linhas Tokaido Shinkansen e outras), a mais importantes estradas (Via Expressa Tomei e a famosíssima Rota 1).

A previsão é o prejuízo provocado pelo Terremoto de Tokai chegue até a US$ 1 trilhão (pouco mais pouco menos… Não importa), o que faria o prejuízo do Terremoto Tohoku parecer pouco. E olhe que atualmente o Terremoto de Tohoku é dono do maior prejuízo já provocado por um desastre natural. Aí está a maior preocupação do país. Apesar da provável magnitude ser bem menor o seu prejuízo será maior.

Todos estão preocupados, alguns brasileiros apelam, outros aproveitam para espalhar o sensacionalismo e boatos. O terremoto pode vir a qualquer momento e não virá sozinho. Não interessa se é o ano do Javali ou seja lá o que for. Ele pode vir em qualquer horário em qualquer situação, em qualquer estação. O Terremoto de Tokai virá sem avisar.

 

Para ler o artigo completo de Nihil Lemos clique aqui

Recomendamos também a leitura dos sites :

Prefeitura de Hamamatsu

Provincia de Mie

NIC Centro Internacional de Nagoya

Assista também a estes vídeos:

video Portal Mie- Governo de Mie – Prevenção Tsunami

video narração Silvia Kikuchi http://youtu.be/3_SmwimVcmY

video de prevenção de Tokai – Hamamatsu

video de prevenção de Tokai – Aichi

Link permanente para este artigo: http://blog.suri-emu.co.jp/?p=599

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *

Translate »