«

»

fev 29 2012

Imprimir Post

Palavras japonesas de origem portuguesa: tenpura, botan, pan, tabaco, koppu, kasutera, shabon, kappa, karuta, arukoru…

Foi inevitável que algumas palavras de lingua japonesa tenham originado do português. A maior parte das palavras referem-se a produtos e costumes que chegaram pela primeira vez ao Japão através dos comerciantes portugueses. Em 1543, os Portugueses chegaram à ilha de Tanegashima, (Kyushu, Kagoshima-ken) sendo os primeiros europeus a estabelecerem contaco com o Japão. Durante o século XVI foi grande a influência portuguesa no arquipélago.
Os japoneses, curiosos e ávidos de conhecimento, no contato com os portugueses, ganharam uma noção correcta da configuração do planeta, dos seus continentes, povos e oceanos. Passaram a ter contato com diversos produtos e técnicas que até então desconheciam; enriqueceram a sua dieta alimentar; melhoraram as técnicas metalúrgicas, de construção naval e meios de navegação; deixaram-se seduzir pelas roupas e armaduras ocidentais; aprenderam novas línguas, como o português e o latim; adquiriram novas noções estéticas e diferentes estilos artísticos, a pintura a óleo, a matemática, a geografia, a engenharia, e a música; passaram a conhecer e a usar  o relógio, o vidro, os espelhos e a lã; experimentaram um novo tipo de farmaceutica e medicina; conheceram um novo estilo urbanístico e importaram invenções revolucionárias como óculos, a espingarda, e com ela o uso da pólvora, contribuindo assim para a unificação política do país, provocando a alteração das artes da guerra.
Em 1549, São Francisco Xavier chegou ao Japão ao serviço de Portugal para divulgar o Cristianismo no país.
A roupa que os portugueses vestiam devia ter impressionado os japoneses do século XVI porque certos aspectos da indumentária lusa foram rapidamente adotados no Japão. Ainda hoje não só existem as palavras como a influência do traje português da época em certas peças japonesas. A adoção do botão (butan) e o uso da capa e do gibão (juban no Japão, tipo de roupa interior, geralmente de cor branca, para usar debaixo do kimono) são disso exemplo.
Algumas das maiores fontes de divulgação da cultura ocidental foram as escolas e seminários  fundados pelos missionários jesuítas no Japão. Um grande número de japoneses convertidos, jovens e adultos aprenderam com os padres diversificados assuntos. Para além dos temas religiosos, do português e do latim também estudavam músicapintura. Foi nos recintos educacionais dos jesuítas que a pintura à base de tinta de óleo e os instrumentos musicais ocidentais começaram a ser conhecidos e usados pelos japoneses.
Foram introduzidas no Japão, pelos portugueses ( em especial pelo Padre Diogo de Mesquita), novas espécies de animais e vegetais: Figueira,  Pereira,  Pessegueiro,  MarmeleiroOliveira,  Videira (para produção do vinho das cerimonias religiosas cristãs) e o hábito de criação e consumo de animais domésticos, como por exemplo: a galinha, o pato, o coelho…
Luis de Almeida, foi o responsável pela introdução da medicina ocidental no Japão. Em Oita (Funai) foi fundado o primeiro hospital e ali realizou a primeira operação cirúrgica. Ainda hoje existe naquela cidade um hospital com o nome deste missionário. Também se deve a Luis de Almeida a criação do primeiro orfanato e a introdução do leite animal na alimentação infantil.
Foram também os missionários os responsáveis pela introdução da Tipografia. Em 1590 foi trazida para o Japão uma impressora com caracteres móveis. Os caracteres (blocos de madeira ou metal onde estão esculpidas ou fundidas as letras) também se passaram a produzir com caracteres japoneses e serviram para imprimir o primeiro dicionário de Japonês-Português (primeiro dicionário de japonês numa língua ocidental), as primeiras gramáticas de língua japonesa e trabalhos de caráter religioso. O primeiro livro em japonês a ser impresso foi “A Doutrina Cristã”, em 1591 em Amakusa (Kumamoto).
Em 1570 foi fundada a cidade de Nagasaki, com características únicas no panorama urbanístico do Japão. Embora o Japão seja bastante montanhoso, todas as cidades se estendem pelas poucas planícies existentes, com excepção de Nagasaki, uma cidade que nasceu das necessidades do comércio marítimo português, tendo sido a escolha da sua localização – uma baía profunda rodeada de montanhas – feita em função do seu porto.

Influência portuguesa na gastronomia japonesa

  • Tempura (tempero ou têmpuras) – O nome dos empanados fritos de legumes é certamente de origem portuguesa, mas não se origina, provavelmente, da palavra “tempero” como se conta popularmente.

No século XVI, os católicos abstinham-se de comer carne nos dias de Têmporas, os três dias de jejum semanal, em cada uma das quatro estações do ano. Os portugueses no Japão, como bons católicos, comiam nestes dias apenas legumes e peixes, que frequentemente eram empanados e fritos, para espanto do japoneses que os consumiam crus ou cozidos. Os japoneses cristianizados pelos Jesuítas também passaram a consumir alimentos fritos durante as Têmporas e, assim, a palavra“Têmpora” passou a ser associada no Japão aos empanados de legumes. *Wikipedia
  • Kastera (pão-de-ló)

  • Konpeito (Confeito)

  • Keiran Somen -鶏卵そうめん-なN (lit. fios de ovos de galinha – fios de ovos)

  • Aji no Namban zuke - 南蛮漬け- (carapaus alimados ou de escabeche)

  • Chiken Namban (Frango Namban – um tipo de frango panado)

 

Algumas palavras japonesas de origem portuguesa

    • Arukoru (アルコール) – Álcool
    • Bateren (破天連) – Padre
    • Bidama (ビー玉) – Bola de gude
    • Biidoro (ビードロ) – Vidro
    • Birodo (ビロード) – Veludo
    • Bouro (ボーロ) – Bolo
    • Botan (ボタン) – Botão
    • Buranko (ブランコ) – Balanço
    • Furasuko (フラスコ) – Frasco
    • Igirisu (イギリス) – Inglês
    • Iruman (イルマン) – Irmão
    • Jouro (じょうろ) – Jarro
    • Kapitan (甲比丹) – Capitão
    • Kappa (合羽) – Capa
    • Karuta ( かるた) – Carta
    • Kirisuto (キリスト) – Cristo
    • Koppu (コップ) – Copo
    • Kurusu (クルス) – Cruz
    • Marumero (マルメロ) – Marmelo
    • Pan (パン) – Pão
    • Sabato (サバト) – Sábado
    • Shabon (シャボン) – Sabão
    • Shoro (ショーロ) – Choro
    • Shurasuko (シュラスコ) – Churrasco
    • Tabako (煙草) – Tabaco, cigarro
    • Mais palavras consulte Wikipedia

Fonte: Embaixada de PortugalWikipedia

Link permanente para este artigo: http://blog.suri-emu.co.jp/?p=66

1 comentário

  1. Paulo Secca

    Sou português e fico radiante quando me apercebo das influencias tão simples e ao mesmo tempo tão profundas que Portugal exerceu no Japão (e vice versa). De facto, existem tanto nos costumes como na língua portuguesa actual uma série de palavras que importámos do Japão (ex: – biombo, de byôbu;
    – catana, de katana), o que confirma bem o adágio de Carl Custav Jung: “O encontro de duas personalidades assemelha-se ao contato de duas substâncias químicas: se alguma reação ocorre, ambos sofrem uma transformação”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *

Translate »