«

»

ago 24 2012

Imprimir Post

Dicas para comprar colírio no Japão!

Parece que o ano todo necessitamos de colírio…

Vista cansada, às vezes pelo tipo de trabalho que executa (checagem, peças minuciosas), horas seguidas de leitura na escola, muito tempo na frente do computador, video game, TV, e outras atividades que exigem maior concentração visual…

Olhos ressecados… Muitas vezes associados à vista cansada, mas também muito comum na primavera, época do kafunsho e também por ocasião das tempestades de areia KOUSA 【黄砂】(mais conhecido como areia da China).  No verão, o uso intensivo de ar condicionado também provocam o ressecamento. E no inverno, o clima seco sempre oferece condições de olhos ressecados…

Coceira, dor, vista turva podem ser sintomas de cansaço, stress, mas também podem ser causados por outras doenças, por isso, neste caso, é sempre recomendável procurar o oftalmologista e receber a prescrição do colírio indicado.

O uso de lentes de contato também podem ocasionar sintomas como ressecamento, coceira, visão turva.

Um pouco sobre conjuntivite:

conjuntivite é uma inflamação da conjuntiva ocular, membrana transparente e fina que reveste a parte da frente do globo ocular (o branco dos olhos) e o interior das pálpebras. Pode atacar os doisolhos, durando de uma semana a quinze dias e não costuma deixar sequelas.[1] Podem ser ocasionadas por fatores alérgicos, irritativos ou infecciosos e cada um deles necessita de tratamento específico. O olho torna-se vermelho, edematoso, com ardência, lacrimejante, com sensação de corpo estranho, às vezes com secreção

conjuntivite infecciosa é transmitida, mais freqüentemente, por vírus, fungos ou bactérias e pode ser contagiosa. O contágio se dá, nesse caso, pelo contato. Assim, estar em ambientes fechados com pessoas contaminadas, uso de objetos contaminados, contato direto com pessoas contaminadas ou até mesmo pela água da piscina são formas de se contrair a conjuntivite infecciosa. Quando ocorre uma epidemia de conjuntivite, pode-se dizer que é do tipo infecciosa

conjuntivite alérgica é aquela que ocorre em pessoas predispostas a alergias (como quem tem rinite ou bronquite, por exemplo) e geralmente ocorre nos dois olhos. Esse tipo de conjuntivite não é contagiosa, apesar de que pode começar em um olho e depois se apresentar no outro.[11] Pode ter períodos de melhoras e reincidências, sendo importante a descoberta da causa da conjuntivite alérgica.

É benigna por não envolver a córnea. Ocorre geralmente em regiões de clima mais frio. O alérgeno mais comum é o pólen

conjuntivite papilar gigante é causada, sobretudo, por uso de lentes de contato.

 

Primeiro: identifique os sintomas

Lista dos sintomas traduzidos 
目’の疲れ      me no tsukare Vista cansada
目のかすみ me no kasumi Visão turva
かゆみ        kayumi coceira
痛み              itami dor
眼やに        meyani Muco nos olhos
目の充血    me no juuketsu Olhos vermelhos
目の乾き  me no kawaki Olho ressecado
目薬           megusuri colírio
眼科              ganka Oftalmologista

Segundo: identifique a origem dos sintoma

Saiba se o que incomoda sua vista é excesso de trabalho, excesso de estudo, horas prolongadas no PC, TV, game, dirigir por longas horas, stress, outras doenças, ferimentos,  contagio de doenças infecciosas, etc.

Você deve saber o motivo pelo qual está precisando do colírio.

Terceiro: decida sobre a compra do medicamento

Existem colírios vendendo na farmácia, para alívio imediato de sintomas leves e colírios que são de prescrição médica através de consulta com Oftalmologista, normalmente para sintomas como coceira, visão turva, dores, ardência, ressecamento e cansaço prolongado.

Muitas vezes estes mesmos sintomas podem ser referentes à outras doenças que desconhecemos, por isso, é recomendável consultar um médico.

Para comprar o colírio na farmácia

A variedade é muito grande de colírios disponíveis nas prateleiras. Se você não fala japonês, procure ir com um amigo ou familiar que possa conversar em japonês com o farmacêutico para expor os sintomas. Este profissional irá recomendar alguns itens que poderão aliviar momentaneamente o seu desconforto.

Todas as embalagens vem escrito para qual finalidade, se para cansaço, ressecamento, etc… Porém como a variedade é muito grande, e o remédio não custa barato, recomendamos sempre conversar com o farmacêutico e receber a devida orientação.

Colírios tem diversos componentes químicos, como qualquer outro remédio, e pode acontecer de algumas pessoas terem reações alérgicas. Se começar a usar, e sentir que piorou ou apareceram outros sintomas: PÁRE de usar. Procure um médico. Relate a sua reação alérgia a tal colírio. Provavelmente você deve ser alérgica a um dos componentes deste medicamento.

Atenção! Muito importante!

 Nunca coce os olhos. Existe o perigo de vírus e bactérias entrarem na vista causando outras doenças. Ensine as crianças do perigo de coçar os olhos sem ter lavado as mãos.

♦ Nunca empreste ou utilize colírio emprestado.

 Colírio também tem data de validade, preste atenção. E siga as orientações para conservação do produto!

 Leia sempre as instruções da embalagem, bulas, recomendações, efeitos colaterais, antes de usar.

Algumas dicas 

 Existem produtos no mercado para lavagem do olho. Não dói e ajuda a remover a sujeira que acumula no decorrer do dia, proporcionando alívio. Tem muitas marcas no mercado.

♦  Máscaras para o olho também ajudam a aliviar o desconforto da vista cansada. Normalmente máscara que aquecem a região dos olhos são indicados para ressecamento. E máscaras tipo cool, refrescam e aliviam o cansaço da vista.

 O desconforto nos olhos também podem estar associados à dores de cabeça, dor nos ombros, dor nas costas. Uma massagem após o banho nestas regiões, ajuda a circular melhor o sangue.

 Na leitura, no trabalho, no lazer, procure fazer KYUKEI de tempos em tempos, e não ficar concentrado por longas horas na mesma posição, exigindo demais dos seus olhos. Eles também merecem um descanso.

 Em dias de ventos fortes, tempestades de areia, kafunsho, procure usar óculos de proteção ao sair. Cheque o ambiente de trabalho ou estudo ou lazer, e verifique que mudanças você poderá fazer para melhorar a saúde dos seus olhos. Por exemplo, trocar o tipo de iluminação ou lâmpada. Ajustar a altura da cadeira ou da tela do computador. Trocar a posição quando joga videogame, procurando sempre fazer um kyukei. Enfim, muitas respostas estão ao seu redor. Faça um check list e melhore suas condições para um ambiente de trabalho, estudo e lazer mais saudáveis.

Não faremos indicações de produtos japoneses, como em outros artigos. Olho é coisa séria! Por isso,deixamos somente as dicas para você encontrar o melhor colírio para suas necessidades.

Abaixo recomendamos a leitura do texto publicado no site do Disque Saúde, para ampliar seu conhecimento.

OLHO SECO  (Ressecamento da Córnea e Conjuntiva)

Com a chegada do inverno, problemas de ressecamento da pele tornam-se frequentes, inclusive o ressecamento dos olhos. Isto se deve à diminuição da quantidade e qualidade da lágrima, alterando a condição ocular normal .

O líquido lacrimal aquoso é produzido pela glândula lacrimal situada no canto temporal e se acumula na margem da pálpebra inferior. Ao piscar, a pálpebra superior entra em contato com a borda da pálpebra inferior, ocorrendo uma mistura dos componentes da lágrima, umedecendo o olho por inteiro. É desta maneira que a lágrima  mantém o olho lubrificado e protegido.

Quando o filme lacrimal resseca (evapora da superfície do olho), ocorre o ato de piscar, que se repete mais ou menos a cada 3 segundos para limpeza e troca da lágrima. O filme lacrimal é constituído de células conjuntivais, gordura, líquido lacrimal aquoso e uma substância chamada lisosima, que protege o olho contra infecções.

Sua função é nutrir a córnea, manter lisa a sua superfície para projetar imagens visuais sem distorções e proteger contra a invasão de corpos estranhos (poeira, bactéria, virus, etc).

Quando uma pessoa se concentra em alguma atividade ocular, como o uso prolongado de computador, longas horas de entretenimento aos programas de TV, etc.,  a frequência do pisco de olho diminui, ocorrendo o ressecamento do órgão. Isto cria uma condição propícia ao surgimento de vários sintomas e doenças. Há também pessoas portadoras de deficiência de produção de lágrimas com os mesmos problemas oculares.

 Os sintomas são: sensação de peso nos olhos, cansaço visual, dificuldade de abrir os olhos, sensação de presença de cisco no olho. Os sintomas costumam piorar no inverno, contudo, as pessoas com baixa produção de lágrimas, têm os sintomas agravados na primavera, quando os pólens são carregados pelos ares e grudam na superfície dos olhos ressecados.

Não há medicamentos que estimule a produção de lágrimas, mas existem colírios que substituem o filme lacrimal. Aconselha-se gotejar frequentemente o colírio adequado, após a devida avaliação do oftalmologista (para averiguar se não há outras doenças concomitantes).

Como prevenção, procurar piscar o olho durante o manuseio do computador ou horas seguidas de alguma atividade de concentração, uso de umidificador ambiental, evitar fumaça de cigarros e poluentes, e não ler em ambientes escuros. As pessoas que usam lentes de contato, devem usar o coílirio com maior frequência, pois as lentes podem machucar com maior facilidade, os olhos com pouco filme lacrimal. Ao viajar de avião, aconselha-se utilizar óculos ao invés das lentes de contato. Relaxar-se periodicamente em longas jornadas de trabalho alivia tensões musculares, inclusive oculares.

(Matéria de Dra. Elza Nakahagi, médica do Disque-Saúde, e cedida gentilmente pela IPC.)

Disque Saúde > http://www.disquesaude.jp/LightNEasy.php?page=index

 

Link permanente para este artigo: http://blog.suri-emu.co.jp/?p=7543

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *

Translate »