«

»

out 02 2012

Imprimir Post

Mudança da vacina contra a Poliomielite a partir de 01 de setembro de 2012 #vacina Salk ou IPV

A partir de 01 de setembro, conforme reforma legislativa,  a vacina contra poliomielite ou paralisia infantil, será substituída da tradicional Sabina (gotinha) para o tipo inativada e aplicada via injeção subcutânea (IPV).  Não será mais aplicado nos postos ou centros de Saúde e sim em clínicas e hospitais determinados.

O que é a Poliomielite?

A poliomielite ou “paralisia infantil” é uma doença infecto-contagiosa viral aguda que as pessoas se contagiam ao beber água ou ingerir alimentos que contenham o germe da poliomielite. Também pode ser contraída de pessoa a pessoa. A doença pode causar danos aos nervos e paralisia  para o resto da  vida. Pode paralisar músculos utilizados para respirar, falar, comer e andar. Pode também ser fatal.

Mudança da vacina utilizada no Japão a partir de setembro de 2012

A vacina contra a poliomielite ou “paralisia infantil”, será substituída, a partir de setembro, da tradicional Sabin (gotinha), para a Salk (injeção).

A vacina contra poliomielite, com vírus atenuado, aplicada até então, apresentava, mesmo que raros, riscos de causar paralisia e outros danos à saúde. Por este motivo, desde 1º de setembro deste ano em todo Japão, a vacinação contra a poliomielite foi alterada para o vírus inativado.
Com esta mudança, a vacinação coletiva que era realizada nos postos de saúde da sua cidade, na primavera e no outono, será alterada para a vacinação individual nas clínicas e hospitais determinados.

A erradicação da pólio do Japão foi declarada pela Organização Mundial de Saúde em 2000 porém, nos países como a Índia, Paquistão, Afeganistão, Nigéria ainda há casos da doença, voltando a ocorrer novas contaminações em países erradicados. Portanto, há riscos do vírus entrar novamente no Japão ou mesmo, se contagiar em viagens realizadas nesses países.

Saiba um pouco mais sobre a vacina Salk ou IPV, como é conhecida entre os especialistas da área.

A IPV foi criada por um cientista americano de nome Jonas Salk, em 1954. Alguns anos mais tarde, em 1961, ficou pronta a vacina de vírus atenuado de Albert Sabin, a famosa “gotinha”. A vacina IPV ou Vacina Inativada contra Poliomielite é composta por vírus inativos, ou seja mortos. A vacina contém 3 tipos de poliovírus: tipo 1 (Mahoney),
tipo 2 (MEF-1) e tipo 3 (Saukett), estas são cultivadas em células diplóides humanas ou em células vero, e a seguir concentrados, purificados e inativados com formaldeído.

Vantagem da vacina IPV:

Não gera cepas mutantes, portanto não há risco de causar paralisia infantil. Pode ser aplicadas em imunodeficientes congênitos ou adquiridos em geral, ou crianças com contatos domiciliares de indivíduos imunodeficientes, indivíduos com imunosupressão por medicamentos, quimioterapia ou radioterapia, e transplante de
medula.

Desvantagem da IPV:

Vacina injetável (injeção), não podem tomar os que apresentarem hipersensibilidade à neomicina, estreptomicina ou polimixina B.

No Brasil já vem sendo usada há alguns anos, mas como é de custo elevado, somente uma parte da população têm acesso a vacina através de clínicas particulares, pois normalmente se usa a vacina OPV em campanhas de vacinação.

A partir da Campanha de Vacinação contra Poliomielite de 2012, será utilizada a vacina IPV. A vacina IPV é de igual ou maior eficácia em relação à OPV. Nos países avançados (países desenvolvidos da america do norte e europa), onde a doença já foi erradicada, costuma-se usar somente a vacina IPV.

Calendário de vacinas

Esta é uma medida provisória, pois a partir de novembro deste ano, será aplicada a vacina quádrupla (a tríplice, contra difteria, tétano e coqueluche + pólio inativada). As crianças que nasceram após o mês de agosto de 2012, estarão recebendo esta nova vacina.

Caso a criança já tenha recebido uma dose da vacina,ou da tríplice ou da pólio, deverão receber todas as doses separadas.

Idade correspondente: a vacina é aplicada em crianças de 3 a 90 meses (7 anos e 6 meses)
Período padrão para vacinação: 1ª dose: entre 3 a 12 meses de idade; vacina de reforço: após término da 1ª dose (3 vezes), entre 12 a 18 meses.
Intervalo necessário e a forma de aplicação:1ª dose: 3 vezes entre 20 a 56 dias; vacina de reforço: intervalo mínimo de 6 meses após término da 1ª dose (3 vezes). Esta nova vacina é injetável.

Conforme o histórico da vacinação contra poliomielite, as doses a serem aplicadas podem diferir. Confira abaixo:

  1. Crianças que receberam as duas doses da vacina oral (atenuada). A vacinação está completa, não necessitando nova vacina.
  2. Crianças que receberam somente uma dose da vacina oral (atenuada).Deverá receber as três doses da vacina do vírus inativado (duas na primeira dose mais uma da vacina de reforço).
  3. Crianças que receberam de 1 a 3 doses da vacina com vírus inativado (somente vírus inativado), ou receberam 1 dose da vacina oral (vírus atenuado) mais 1 ou 2 doses da vacina com vírus inativado, devem receber a dose de vacina com vírus inativado até totalizar 4 doses.
  4. Crianças que ainda não receberam nenhuma dose da vacina, devem receber o total de 4 vacinas do vírus inativado.
Publicado no informativo da prefeitura de Sakahogi

Onde vacinar

Não será mais aplicado nos postos de saúde (Hokenjo) das subprefeituras. Devem receber a vacina nas clínicas e hospitais determinados. A princípio será necessário efetuar reserva antecipada, levando a caderneta de mão e filho (Boshitecho) e a caderneta de saúde (Hokensho). O formulário para vacinação deverá ser solicitado na clínica ou hospital determinado.

A vacinação da pólio inativada é gratuita e entrou em vigor em 1º de setembro de 2012. A vacina quádrupla entrará em vigor em novembro de 2012. Em caso de dúvidas, poderá solicitar informações nos postos de saúde da subprefeitura onde reside ou consulte o pediatra de seu filho.

Vacinas aplicadas em hospitais e clínicas (BCG, tríplice/dupla, poliomielite, SR, encefalite japonesa)

  • Ao receber o Cupom de Vacinação enviado pelo Centro de Saúde, por favor leia as informações atentamente.
  • Faça a reserva da vacina num dos hospitais ou clínicas conveniados (veja a página relacionada “Vacinação Preventiva: estabelecimentos médicos conveniados”).
  • No dia da vacinação, apresente o Cupom, o questionário preenchido, a Caderneta de Saúde da Mãe, Pai e Criança e o Cartão de Seguro de Saúde. Ainda, leve também um termômetro para medir a temperatura.
  • A vacina será aplicada após a aprovação do médico.
  • A vacina é gratuita (Se, no dia da aplicação, houver necessidade de tratamento ou prescrição de medicamentos, poderá haver cobrança à parte).
  • Até a “Idade limite para tomar a vacina gratuitamente”, as vacinas são gratuitas. Após essa idade, a vacina é paga.
  • Vacina aplicada coletivamente (contra poliomielite) – A vacinação coletiva contra poliomielite foi encerrada em julho de 2012. A partir de setembro, conforme reforma legislativa, a vacina passará a ser do tipo inativada e aplicada via injeção subcutânea (IPV). A vacina IPV será aplicada em clínicas e hospitais.

Publicado no Nagoya Internacional Center NIC ,  Prefeitura de Toyota, Prefeitura de Sakahogi

Link permanente para este artigo: http://blog.suri-emu.co.jp/?p=8551

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *

Translate »