«

»

out 24 2012

Imprimir Post

Lista dos países que não precisam de vistos para entrar no Japão!

O Ministério dos Negócios Estrangeiros do Japão (Ministry of Foreign Affairs of Japan) publicou na homepage na página de perguntas e respostas, uma relação de países que não necessitam de visto para entrar no Japão. Esta mesma lista também é valida para todos aqueles que possuem passporte japonês e pretendem viajar isentos de visto para o país destinatário da lista.

Traduzimos o texto original em japonês, que pode ser acessado neste link http://www.mofa.go.jp/j_info/visit/visa/short/novisa.html#list

Qualquer visitante estrangeiro que pretenda entrar no Japão deve ter um passaporte, que será válido durante o período de estadia. Nacionais de muitos países são elegíveis (conforme listas abaixo) para entrar no Japão sem visto a menos que o objetivo da visita seja para residir no Japão, para a obtenção de emprego ou para se dedicar a atividades remuneradas.

Pessoas que não precisam de vistos para entrar no Japão! 

Os vistos não são necessários para a entrada no Japão, nos seguintes casos.

1 – Os nacionais de países e regiões com arranjos de isenção de vistos com o Japão 

Em maio de 2011, o Japão havia tomado medidas relativas à dispensa de visto de 61 países e regiões, como mostra a tabela abaixo.
Nacionais desses países e regiões não são obrigados a obter um visto para entrar no Japão, quando o propósito de sua visita é o comércio, viagem de turismo, visita a familiares, amigos e conhecidos.
No entanto nos casos do estrangeiro que exercer atividades remuneradas ou em que nos casos o período de permanência do cidadão estrangeiro, exceda o prazo estipulado é necessário obter um visto. 

2- Re-entrada permissionárias 

Se os estrangeiros que já residem no Japão com a finalidade de trabalho ou de uma estadia de longo prazo pretende deixar o Japão temporariamente, durante o período para o qual eles receberam permissão para ficar no Japão, eles podem obter uma re-entrada, antes de partir do Japão. Esta licença permite eles re-entrar no Japão sem ter de obter um novo visto japones, desde que a sua re-entrada esteja dentro do período de validade da autorização. 

A partir de 07 de julho de 2012, é possível sair do Japão e retornar sem visto de re-entrada, no prazo de um ano se ainda estiver dentro da validade do atual visto de permanência.

O Ministério da Justiça do Japão, através do departamento de imigração aceita pedidos de licenças de re-entrada.

A permissão de re-entrada é válida por apenas uma vez. No entanto, os cidadãos estrangeiros que têm de sair do Japão com freqüência podem se inscrever para várias licenças de re-entrada. Ao ser concedida, a licença de re entrada (re-entry) é carimbada no passaporte do cidadão estrangeiro.

Não é possível solicitar o re entry na Embaixada ou Consulado do Japão no país do estrangeiro após a partida. No entanto, se um estrangeiro que partiu do Japão depois de adquirir a permissão de reentrada não conseguir retornar ao Japão antes do vencimento da do re entry, por diversos motivos for incapaz de retornar para o Japão antes da expiração da licença por razões inevitáveis, tais como a doença, o estrangeiro pode solicitar aplicação na Embaixada ou Consulado-Geral de uma extensão do período da permissão de reentrada de validade.

Lista de países e regiões que têm acordos de isenção de vistos com o Japão (no total são 61 países e regiões a partir de maio de 2011)

O acordo permite que portadores de passaportes japoneses também estão isentos de visto na lista abaixo.

Independente dos termos de residência nesta lista, o período de permanência concedido no momento da concessão do visto japonês deve ser o mais curto período de 15 dias , 30 dias o período intermediário e 90 dias o período mais longo e deve ser suficiente para cobrir toda a finalidade da estadia do cidadão estrangeiro no Japão

O Cidadão que for exceder o período especificado no visto, deve provurar o Ministério da Justica do Japão para solicitar uma extensão do período de permanência.

Países da Ásia isentos de visto para o Japão 

Países e regiões Período de permanência
Cingapura 3 meses ou menos
Brunei 14 dias ou menos
República da Coreia 90 dias ou menos
Taiwan (* 1) 90 dias ou menos
Hong Kong (* 2) 90 dias ou menos
Macau (* 3) 90 dias ou menos


Países da América do Norte isentos de visto para o Japão

Países e regiões Período de permanência
United States 90 dias ou menos
Canadá 3 meses ou menos


Países da América Latina e Caribe isentos de visto para o Japão

Países e regiões Período de permanência
Argentina 3 meses ou menos
Uruguai 3 meses ou menos
El Salvador 3 meses ou menos
Guatemala 3 meses ou menos
Costa Rica 3 meses ou menos
Suriname 3 meses ou menos
Chile 3 meses ou menos
República Dominicana 3 meses ou menos
Bahamas 3 meses ou menos
Honduras 3 meses ou menos
México 6 meses ou menos


Países da Oceania isentos de visto para o Japão

Países e regiões Período de permanência
Austrália 90 dias ou menos
Nova Zelândia 90 dias ou menos


Países do Oriente Médio isentos de visto para o Japão

Países e regiões Período de permanência
Israel 3 meses ou menos


Países da Europa isentos de visto para o Japão

Países e regiões Período de permanência
Islândia 3 meses ou menos
Irlanda 6 meses ou menos
Andorra 90 dias ou menos
Itália 3 meses ou menos
Estônia 90 dias ou menos
Áustria 6 meses ou menos
Holanda 3 meses ou menos
Chipre 3 meses ou menos
Grécia 3 meses ou menos
Croácia 3 meses ou menos
San Marino 3 meses ou menos
Suíça 6 meses ou menos
Suécia 3 meses ou menos
Espanha 3 meses ou menos
Eslováquia 90 dias ou menos
Eslovenia 3 meses ou menos
Sérvia (* 8) 90 dias ou menos
República Checa 90 dias ou menos
Dinamarca 3 meses ou menos
Alemanha 6 meses ou menos
Noruega 3 meses ou menos
Hungria 90 dias ou menos
Finlândia 3 meses ou menos
França 3 meses ou menos
Bulgária 90 dias ou menos
Bélgica 3 meses ou menos
Polônia 90 dias ou menos
Portugal 3 meses ou menos
Macedônia, ex-Iugoslávia 3 meses ou menos
Malta 3 meses ou menos
Mônaco 90 dias ou menos
Látvia 90 dias ou menos
Lituânia 90 dias ou menos
Liechtenstein 6 meses ou menos
Romênia 90 dias ou menos
Luxemburgo 3 meses ou menos
Reino Unido 6 meses ou menos


Países da África isentos de visto para o Japão

Países e regiões Período de permanência
Tunísia 3 meses ou menos
Maurício 3 meses ou menos

(* 1) Os titulares de um passaporte válido Taiwan, que inclui um número de identificação pessoal estão isentos de obtenção de um visto.

(* 2) Os titulares de um passaporte válido e morador da Região Administrativa Especial (SAR) emitida pela RAE de Hong Kong da República Popular da China estão isentos da obrigação de visto.

(* 3) Os titulares de um passaporte válido e subsistente SAR emitida pela RAE de Macau da República Popular da China, estão isentos da obrigação de visto.

(* 4) Desde 1 de Junho de 1993, os nacionais da Malasia precisam de visto para entrar no Japão *.

(* 5) Desde 15 de Julho de 1995, os nacionais de Peru precisam de visto para entrar no Japão *.

(* 6) Desde 1 de Fevereiro de 2004, os nacionais de Colômbia precisam de visto para entrar no Japão *.

(* 7) Os titulares de um passaporte válido 9mitidos por maquina de escrever) emitido por Barbados, Lesoto (desde 1 de Abril de 2010) e Turquia (desde 1 de Abril de 2011) precisam de visto para entrar no Japão.* Esses cidadãos titulares de passaportes biométricos contendo um chip eletrônico será isentar da obrigação de visto.

(* 8) O regime de isenção de visto aplica-se apenas aos sérvios portando passaportes eletrônicos. *

* Os cidadãos sem vistos seriam estritamente examinado quando entrar no Japão.

 <Países que não precisam de visto para portadores de passaporte japonês>

São os mesmos países que podem entrar no Japão sem o visto (acima relacionados), porém  dependendo do país tem restrições diferentes para o tempo de estadia e também para o propósito.

Cingapura, Tailandia, Malasia, Brunei, Coreia do Sul, Taiwan, Macau, EUA, Canada, Argentina, Uruguai, El Salvador, Guatemala, Costa Rica, Suriname, Chile, Republica Dominicana, Bahamas, Barbados, Honduras, Mexico, Australia, Nova Zelandia, Israel, Turquia, Tunisia, Mauricio, Lesoto, Islandia, Irlanda, Andomrra, Italia, Estonia, Austria, Holanda, Chipre, Grecia, Croacia, San Marino, Suiça, Suécia, Espanha, Eslováquia, Eslovenia, Sérvia, República Checa, Dinamarca, Alemanha, Noruega, Hungria, Finlândia, França, Bulgária, Bélgica, Polônia, Portugal, Malta, Monaco, Lituania, Romenia, Luxemburgo, Reino Unido. (Fonte:http://www.mofa.go.jp/mofaj/toko/visa/tanki/novisa.html)

Fonte: http://www.mofa.go.jp/j_info/visit/visa/short/novisa.html#list

Links úteis:

 

Link permanente para este artigo: http://blog.suri-emu.co.jp/?p=8810

8 comentários

Pular para o formulário de comentário

  1. sidnei luis de castro

    bom nao diz quais os criterios que foram usados pra essa classificaçao ,dai nao da pra saber o por que?realmente nao fasemos parte desta lista …

  2. rosi

    É, o Brasil que tem a maior comunidade japonesa do mundo, está fora dessa listinha….ridículo!!!

  3. Rafaela

    Gostaria de saber pq Argentina, Uruguai e Chile são isentos de visto pro Japão e o Brasil não. Fiquei curiosa!

    1. Nós também não sabemos…

  4. Hugo

    Rafaela, Argentina Uruguai e Chile creio que não seja países onde as pessoas saem muito para imigrar para outros países. Agora Brasil se deixassem já sabe o que aconteceria, entraria muitas pessoas sem o visto, e durante o periodo tentariam arranjar emprego e trocar o visto, fora os que iam ficar na ilegalidade.

    “(* 5) Desde 15 de Julho de 1995, os nacionais de Peru precisam de visto para entrar no Japão *.”
    Vai ver é por isso que tem muitos peruanos ilegais por aqui, e peruanos não nikkeis casados com com alguém que possa dar o visto.

  5. narcy

    Toda decisão tomada pelas autoridades (comunidade) japonesas, são fundamentados em pesquisa e estudo.

    Neste caso o povo brasileiro não se adequa as regras, normas e critérios para obter este acesso
    conforme esta lista. Lamentavel.

  6. Heitor

    Justamente por ser o mais populoso e ter a maior comunidade de Japoneses… e assim como o Peru , que também não esta na lista, formam a maior comunidade de estrangeiros no Japão depois da China. Ou seja, se abrir as portas o que vai ter de nego permanecendo ilegalmente não tá no gibi!!!

  7. Edinei Daniel

    Fiquei curioso também países onde a comunidade japonesa é maior e muito bem estruturada, no caso do Brasil,não tem visto aberto porque??alguém pode responder com base e não por mera especulação??

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *

Translate »