«

»

nov 06 2012

Imprimir Post

Atendimento de saúde e Exames de detecção da doença de Chagas e diabetes gratuitos no Consulado de Tokyo.

Os brasileiros moradores de Tokyo e região (Akita, Aomori, Chiba, Fukushima, Gunma, Hokkaido, Ibaraki, Iwate, Kanagawa, Miyagi, Nagano, Niigata, Saitama, Tochigi, Tóquio, Yamagata e Yamanashi)  poderão se beneficiar com o acordo entre o Consulado e o SABJA  (Serviço de Assistência aos Brasileiros no Japão) .

 Acordo entre o Consulado de Tokyo e SABJA

1. Atendimento de saúde. Esclarecer dúvidas sobre:
♦  tratamentos,
♦ procedimentos,
♦ interpretação de exames e diagnósticos,
♦ aconselhamento médico e
♦ que tipo de especialista ou hospital procurar para determinados sintomas.

2. Exames – com a participação do Hospital da Universidade de Keio, atendimento realiza exames de:

gratuito
– detecção da Doença de Chagas
– diabetes
3 exames em conjunto por dois mil ienes
–  colesterol (total e frações)
–  triglicerídeos
–  enzimas do fígado

Atendimento:

Todas as QUINTAS-FEIRAS, das 9h às 13h,
no terceiro andar do Consulado do Brasil em Tokyo.
As informações coletadas serão mantidas em sigilo.
Não é necessário marcar hora.

 

Sobre a Doença de Chagas.

O Consulado informa: MÉDICOS ACONSELHAM EXAME PARA DETECTAR A DOENÇA DE CHAGAS

O Dr. Sathio Miura, do Instituto Central de Pesquisas Hemológicas da Cruz Vermelha, e o Dr. George Ito, da Faculdade de Medicina da Universidade Keio, vem realizando exames para detectar a Doença de Chagas em brasileiros residentes no Japão. Os exames são realizados todas as quintas-feiras no terceiro andar do Consulado do Brasil em Tóquio.

A mal é adquirido através da picada de percevejo (triatoma infestansu), chamado no Brasil de Barbeiro, ou através de transfusão do sangue contaminado. O fato de nunca ter residido ou estado nas áreas onde o percevejo vive não significa que a pessoa esteja fora do grupo de risco.

De 2008 a 2010, os doutores Miura e Ito realizaram cerca de 1.130 exames no Japão. Do sangue recolhido, 22 (1,8%) amostras acusaram a presença do protozoário causador da doença, a maioria em pacientes acima de 30 anos de idade provenientes dos estados de São Paulo e do Paraná.

O exame é feito em 2 minutos e basta uma gôta de sangue. O resultado fica pronto em 15 minutos.

Segundo o doutor Ito, nas regiões no Brasil onde há grande registro de casos da doença de Chagas, a proporção entre a população e os portadores é de 1,9%. “No Japão, esse percentual chega a 1,8%. Isso significa que mesmo estando a milhares de quilômetros do Brasil e das áreas onde há grande número de casos de infecção, o percentual de portadores aqui é praticamente igual”, alerta.

De acordo com o doutor Miura, existem casos de brasileiros portadores que nunca moraram nas áreas de risco. “Uma viagem de férias nas áreas onde o barbeiro vive ou uma transfusão com o sangue contaminado, foi o suficiente”, relata o especialista japonês.

Os exames são feitos todas as quintas-feiras, de 9h às 13h, no Consulado do Brasil em Tóquio, onde transitam semanalmente cerca de 190 pessoas dos quais aproximadamente 5% se prontificaram a fazer o exame. Segundo o doutor Ito, o número é baixo. Não é necessário marcar hora e não há custo para o interessado.

No mesmo local podem ser feitos exames de colesterol (total e frações), triglicerídeos, diabetes e enzimas do fígado.

 Consulado do Brasil em Tokyo 

SABJA – (Serviço de Assistência aos Brasileiros no Japão)

Disque Saúde – Atendimento por telefone 【gratuito】em todo Japão

Link permanente para este artigo: http://blog.suri-emu.co.jp/?p=8936

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *

Translate »